polvinho

textos

Olhos azuis cabelos negros

Norma Telles

Marguerite DurasEm seu novo livro, Marguerite Duras, grande nome da literatura contemporânea francesa, supera a si mesma. Numa linguagem absolu-tamente deslumbrante, que foi muito bem traduzida por Vera Adami, ela nos oferece uma narrativa ágil, clara, precisa que nos envolve desde a primeira linha. Um homem e uma mulher encontram-se num hotel à beira-mar. Ele lhe diz que procura alguém para dormir ao seu lado e lhe propõe dinheiro para manter a impessoalidade. Subitamente, entra em cena um sedutor homem de olhos azuis e cabelos negros, que desperta no casal estranhos sentimentos.

A partir daí os dois acabam desenvolvendo uma relação confusa. Como um ser solitário e acuado ele teme a loucura e a multidão que invade o balneário. Compreensiva, ela implicitamente propõe um trato como se contraditoriamente fossem conhecidos que nunca tivessem se visto. Passam a encontrar-se em horário determinado. Não contam seus nomes, mas partilham um desespero calmo e falam da vida, da morte, fluem na situação inusitada. Não querem nada um do outro, mas conversam, lentamente, sem eloqüência.

Nesse devaneio de relações a autora usa como contraponto marcações rigidamente teatrais. Em determinado momento o suposto autor diz "que uma última frase poderia ter sido dita antes do silêncio. Supostamente por ela, para ele, na última noite de seu amor. Falaria da emoção que se sente, às vezes, ao reconhecer o que ainda não se conhece, do impedimento em que se está de exprimir esse impedimento por causa da desproporção das palavras, de sua pobreza, diante da enormidade da dor".

Os temas da ausência de comunicação, da impossibilidade do amor são recorrentes na obra da autora, mas o resultado é original e surpreendente. Este livro, editado pela Nova Fronteira (120 páginas), Marguerite dedica ao seu jovem companheiro e cineasta Yann Andréa. Ele publicou um diário sobre a desintoxicação alcoólica da escritora e o árduo período que antecedeu a sua decisão de se internar numa clínica para tratamentos.




IstoÉ 18/11/87

 

Licença Creative Commons Os textos de Norma Telles são licenciados
sob uma Licença Creative Commons
Atribuição - Uso Não-Comercial -
Não a obras derivadas 3.0 Unported

Topo